4.10.15

ANDER RESPONDE: COMPRO UMA CÂMERA BOA OU UM CENTO DE COXINHA?

Hey! Como estão? Me chamo Anderson Sant’Ana, tenho 27 anos e sou estudante de Publicidade e Propaganda. Fotografo há 10 anos e ganho dinheiro com isso desde 2008. Desde 2012 eu trabalho com meu nome, nesse tempo entre 2008 e 2012 trabalhei em estúdios de fotografia e em uma produtora de vídeo.
Hoje vou estrear minha coluna no blog MUFEV, e meu principal objetivo é ajudar vocês nas principais dúvidas sobre o tema.
Então vamos para a discussão!
Compro uma câmera boa ou um cento de coxinha?
Muita gente me pergunta sobre que tipo de equipamento comprar, se tal câmera é boa, se tal lente é útil ou se vale ou não vale a pena investir em um flash. Minha primeira pergunta é: você já tem uma câmera? Normalmente as respostas são sim e a partir daí a discussão tem início. Próxima pergunta: porque trocar de câmera? Muitas vezes as pessoas querem trocar a câmera porque viram que fulana faz foto boa e tem uma câmera que troca a lente ou porque a outra amiga consegue fazer foto do pôr do sol de uma forma que você não consegue. Minha principal dica para vocês é: CONHEÇAM SEU EQUIPAMENTO!
Sim, o equipamento que vocês têm em casa é tão bom quanto os outros, basta você saber usar 100% do que ele oferece. Conhecer a teoria é fundamental, então estudar a fotografia a fundo não é um mau negócio, já que existem vários termos e várias técnicas que podem ajudar você a fazer fotos sensacionais utilizando seu smartphone! Sim gente, é possível!
Outro ponto: custo. Sim, uma câmera DSLR, que quer dizer digital single-lens reflex ou simplesmente uma câmera que troca a lente, possui custos e que se tornam não tão interessantes assim quando a brincadeira começa. Com o dólar ao preço que está no momento, nem pensar em um upgrade de equipamento.
Claro, que um equipamento bacana te dá mais possibilidades de fazer uma foto de qualidade, mas enquanto você não possui aquela câmera que você tanto sonha, porque não conhecer a que você tem em mãos? As limitações sempre me fizeram repensar sobre algumas coisas, recentemente precisei fazer algumas fotos publicitárias e não tinhas os flashs adequados para o trabalho, rejeitei o trabalho? Não! Eu conheço o equipamento que eu tenho e conheço as limitações dele, então preparei algo bem bacana e entreguei para o cliente, resultado: satisfação!


Dessa forma, concluo para vocês que mais vale conhecer 100% do seu equipamento e saber usá-lo 100% do que querer investir em uma câmera melhor, mas não dominar a antiga.



Tem alguma dúvida sugestão para o próximo post? Então mande um e- mail para: andersantana@live.com

2 comentários:

 
voltar para o topo mufev © 2016 :: design + código gabi melo