29.1.16

PRAZER, CATARINA MINA!


Há uns dois meses, tive o prazer de conhecer a Catarina Mina, uma marca incrível de bolsas feitas manualmente. Acabei descobrindo a marca quando conheci a campanha feita em 2015 intitulada “Uma conversa sincera”, onde expõe os custos envolvidos na produção das peças.

"Uma bolsa guarda um montão de segredos. Mas uma coisa que uma bolsa da Catarina Mina não pode esconder é o seu processo de produção. Afinal, a beleza que chega até as suas mãos é o resultado do carinho que muitas outras: as mãos da designer que imagina e desenha, as das artesãs que criam e entrelaçam, as das costureiras que dão a cara final do produto, além das mãos que revisam, embalam e distribuem as peças." - Catarina Mina. 

Conversei com Celina Hissa, Diretora da Catarina Mina, com o objetivo de conhecer mais sobre a marca e seu processo criativo.

Bom, vamos começar pelo começo. Como surgiu a Catarina Mina?
A marca surgiu em 2005, como brincadeira e hobby. A ideia surge da vontade de valorizar a cultura local aliando isso a um olhar contemporâneo do design.O nome Catarina Mina é inspirado em uma personagem histórica do Maranhão. Catarina Mina  foi uma bela e inteligente escrava do séc. XVIII no Maranhão. Ciente da beleza que deus lhe deu, teve amantes, economizou uma fortuna e comprou sua liberdade. Alforriou a mãe, adquiriu imóveis e virou uma lenda.
Em 2015 nosso foco foi a campanha #umaconversasincera. Uma forma de repensar as relações nos modos de produção e valorizar cada vez mais o artesanato. Que é a razão de ser da nossa empresa.

Por que criar uma marca tão transparente? De onde surgiu a ideia?
A necessidade de conversar com o consumidor abertamente sobre como funciona a cadeia da moda de uma forma geral. A valorização e a continuidade da cultura artesanal depende do envolvimento do consumidor com esta causa. 
Essa iniciativa vai muito na intenção de mover o consumidor em direção a perguntas como: "o que há por trás e como funciona a cadeia de moda e de produção de uma forma geral?" que tipos de vida e pensamentos incentivamos com as nossas formas de consumo?" .
Para a Catarina Mina, existem dois protagonistas essências para a continuidade do artesanato: O consumidor e o artesão. Envolver o consimidor, chama-lo para conversa, é essencial para a continuidade do artesanato nordestino. Por isso a transparência é tão importante, pois a conversa só acontece quando ambas as partes estão abertas ao diálogo.

Como funciona o processo criativo da marca? Como são elaboradas as campanhas?
Com muita filosofia e afeto. Nossas campanhas seguem uma intuição e necessidade de atuação no mundo. Pensamos tudo no paradigma da conversa com outro, inclusão, estar entre iguais.



Todas as peças são confeccionadas manualmente. Quanto tempo leva para que uma peça fique pronta e quais são os estágios para que o resultado final seja satisfatório?
A peça passa por vários estágios, não há um tempo fixo. Vai desde a criação, desenvolvimento de receitas de crochet, conversa com artesãs, testes e por ai vai….

Com toda a influencia de fora que temos hoje, como é trazer uma marca tão puramente brasileira para o mercado?
Acredito que uma criação puramente brasileira não é aquela que se isola do mundo, e sim aquela que sabe a importância da nossa cultura e sem se deixar apagar com as influências externas, mas sim se reinventar.
Estamos conectados com tudo que há de mais contemporâneo, na arte, no design e na moda, mas, pra gente, o artesanato, a cultura, tudo isso tem uma riqueza que nos encanta cada dia mais.



Para finalizar, onde a marca pretende chegar?
Queremos que siga em direções variada, mas sem perder q essência: que é essa vontade de trabalhar com o artesanato de forma questionadora, justa e inclusiva. Para o futuro queremos novas parcerias e cada vez mais trabalhar junto aos artesãos,  abraçar novas tipologias e valorizar todo o seu potencial. 


Caso você tenha gostado de conhecer a Catarina Mina, vou deixar o contato para que você possa saber mais. Mas e vocês, gostam de posts desse tipo? Que apresentam marcas com um diferencial bacana? Quero saber... 


Contato da marca: 

www.catarinamina.com
Rua Barão de Studart, 2017, Meireles.
Tel (85) 3032. 0231
Catarina@catarinamina.com.br

Instagram: @catarinamina
Facebook: fb.com/ bolsascatarinamina

Beijos e até o próximo post!

1 comentários:

  1. Que lindinhas, bem fofas.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
voltar para o topo mufev © 2016 :: design + código gabi melo